Mais que um esporte

forca-chape

Após a tragédia ocorrida no dia 29 de novembro de 2016, as entidades que compõem o sistema do futebol iniciaram diversas ações de solidariedade aos falecidos e substancialmente a Associação Chapecoense de Futebol, uma demonstração que o Esporte embora imaculado de competitividade detém outras tantas faculdades humanas que florescem em momentos extremos, a união, a construção coletiva, gentileza e respeito ao próximo são algumas dessas. Um mundo coberto de rivalidades tem diante de um evento desastroso um grande suspiro e inspiração do fair play, prática que por vezes em seus pequenos gestos vai além das regras do jogo, cheia de voluntarismo, a margem do direito. Pois bem, diversos protocolos e regulamentos das Confederações serão relativizados e ignorados com adiamento de partidas, declaração da Chape como campeã, imunidade no rebaixamento da série A, demonstrando que os envolvidos podem encontrar um consenso para alcançar o bem maior, se desprendendo da juridicidade que por vezes burocratiza a vida. O futebol é mais que um esporte, é o reflexo da vida, sentimento materializado na construção do espetáculo coletivo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.